Rio Ipojuca

A palavra Ipojuca tem sua origem no tupi-guarani “Yapó-yuc”, que significa água escura, estagnada. O rio Ipojuca nasce na Serra de Pau D´arco, em uma vila chamada Ipojuca, na cidade de Arcoverde e passa por 25 cidades, desaguando no litoral, na cidade de Ipojuca. É o segundo rio mais extenso do estado de Pernambuco, com 323,9 km e o único que abrange quatro mesoregiões: Sertão, Agreste, Zona da Mata (Sul) e Região Metropolitana do Recife.

No dia 11 de maio de 1950, a Câmara dos Vereadores de Caruaru deu a Concessão à Companhia de Navegação do Rio Ipojuca, que possuía seis embarcações, para explorar a navegação e o transporte hidroviário da Rua Saldanha da Gama até o Colégio Sagrado Coração. Eram utilizados nas tardes dos sábados e nas manhãs e tardes dos domingos, no valor de 500 réis, à época. No dia 30 de abril de 2015, a Câmara instituiu a data como dia do Rio Ipojuca, não para comemorar mas para discutir as problemáticas do rio e conscientizar as pessoas, a fim de promover o resgate do rio.

A Prefeitura de Caruaru trabalha incessantemente junto com as escolas e a comunidade para que o rio se torne novamente navegável e balneável, vindo a compor, em breve, um de nossos mais belos e visitados atrativos turísticos.